RAÍNHA COPAS

TAROT – Raínha de Copas

Esta Rainha é a personificação máxima das emoções profundas do elemento água, portanto estaremos mais do que ligados emocionalmente às pessoas ao nosso redor, neste sentido, esta carta pode representar e relativamente à garça algumas características nomeadamente ser um dos símbolos de Cristo e no Egipto enaltecer o sagrado. Assim sendo, da rainha do coração podemos esperar um altruísmo superior e um amor universal. Amar, num plano superior, todos os seres da Terra, de igual para igual, respeitar o próximo num amor sublime e redentor, através dum esforço continuado de dedicação e afeição.

É uma rainha muito caritativa, amiga do amigo, conselheira e boa ouvinte. Caso não haja excesso de emotividade que a possa levar ao sentimentalismo piegas, a reacções emocionais instáveis e ao mau humor.

A imagem mostra em baixo a azul escuro com pintinhas brancas um caranguejo, símbolo lunar, que significa que esta carta é regida pela Vénus no signo Caranguejo, indicando pessoas profundamente sensíveis nos seus sentimentos românticos. A sua extrema sensibilidade significa que os seus sentimentos podem ser facilmente magoados; porém elas ocultam essa vulnerabilidade com uma aparência exterior muito séria.

A Rainha tem uma concha marinha na mão, onde nasceu Vénus, está relacionada com a água, com a lua e com os princípios de conservação e fertilidade. Também pode significar a vagina. Os monges tibetanos usam um tipo de búzio juntamente com outros instrumentos para, fazendo muito barulho, perturbar e aniquilar a mente e assim poder ter depois, acesso à percepção interior do som natural da verdade.

Voltando atrás, a garça também pode significar, na Índia, um símbolo de traição e natureza mentirosa. Assim sendo, a leitura da carta pode complicar-se se considerarmos esta vertente menos simpática da simbologia xamânica e tornar-se necessário o lançamento duma 2ª carta para suportar um ou outro aspecto da rainha.