3 – A IMPERATRIZ

TAROT – CARTA DO DIA

A IMPERATRIZ – ARCANO 3

ATRIBUIÇÕES – Gravidez; Instinto maternal; Amor; Sensualidade; Alegria; Relacionamentos sentimentais; Fecundidade; Vitalidade feminina; Prazer sensual; Abundância; Desenvolvimento; Satisfação com a vida; Compaixão e Criatividade.

FRASES RÁPIDAS – Vida dedicada aos prazeres; Desperta para a vida sensual; Representa o poder feminino; Dedicação aos outros e a si mesma; Em harmonia com a natureza; Centrada na beleza e na arte; Dada a extravagâncias.

“A Maternidade não me Aborrece

A maternidade não me aborrece e devo afirmar até que, dada a influência determinante de minha mãe, em mim, sou uma pessoa marcada pelo signo materno. Tenho um apreço muito especial pela maternidade. Só que à mulher não compete apenas uma maternidade de tipo fisiológico. Cabe-lhe ultrapassar esse aspecto na medida em que pode conquistar uma sabedoria de tipo maternal para intervir no mundo, e orientá-lo. Um mundo onde só o homem tem a palavra, palavra essa que é origem de tantos desmandos, guerras, conflitos e soluções precárias de carácter económico e social.
Estruturalmente, a mulher é avessa, alérgica à ideia de guerra e de conflito. A sua própria experiência maternal a predispõe contra a guerra. Dá vida mas não gosta de contribuir para a sua destruição. É por uma actuação pacífica. Natália Correia, in ‘Entrevista (1969)”

Natália Correia

Nascimento: Fajã de Baixo, 13 Set 1923  ||  Falecimento: Lisboa 16 Mar 1993

Intelectual, activista e escritora conceituada. A sua acção enquanto activista passou pela defesa do património, dos direitos humanos, das mulheres e da cultura, onde, juntamente com José Saramago e outros conceituados escritores fundou a Frente Nacional para a Defesa da Cultura (FNDC). Enquanto escritora a sua obra estende-se por géneros variados, desde romances infantis passando por romances, viagens, teatro até à poesia, género pelo qual é reconhecida, destacando-se aqui Rio de Nuvens, 1947, O Dilúvio e a Pomba, 1979, O Armistício, 1985, entre outros.